Nutrição

5 alimentos que deve consumir no verão

Durante o verão é comum as pessoas procurem alternativas de alimentação mais leves e refrescantes para combater o calor habitual da estação. Se os dias frios são marcados por  tentações calóricas, a estação mais quente do ano exige uma dieta muito mais leve.

 

As altas temperaturas do verão fazem com que o nosso corpo sue e perca mais água, tornando-se vital a ingestão de muito água durante os dias mais quentes. Deve também optar por consumir frutas da época, pois além de terem poucas calorias, são nutritivas, saciam e são ricas fontes de água, vitaminas e nutrientes.

 

As frutas podem ser consumidas ao natural, em gelados caseiros, sumos, batidos ou sobremesas com pouco açúcar e gorduras. Por isso, são sem dúvida a melhor opção para dias quentes que deixam pouco espaço para refeições muito pesadas.

 

No entanto, apesar das frutas assumirem um papel fundamental na sua alimentação, deve continuar a fazer uma alimentação variada e equilibrada. A pensar nisso, preparamos uma lista com 5 alimentos que merecem entrar na sua dieta durante o verão, para garantir um corpo mais bronzeado, protegido e em forma.

 

Melancia

 

A melancia é uma fruta composta predominantemente por água, o que é essencial para evitar a desidratação, tão comum nesta época. Cada porção de 100 gramas de melancia tem apenas entre 25 a 30 calorias.

Por isso, pode ingerir este fruto sem grandes restrições, pois além de ser muito nutritivo, é um antioxidante natural e fonte de vitaminas do complexo B e C, potássio e licopeno, a molécula que confere a cor vermelha à fruta e que a ajudará a proteger a pele contra os malefícios dos raios ultravioletas.

 

Cenoura

 

Certamente já reparou que alguns produtos bronzeadores contêm cenoura na composição, e isso deve-se ao facto de a cenoura ser rica em betacaroteno, responsável pela produção de melanina, o que garante o tão desejado bronzeado.

A cenoura também é um poderoso antioxidante que protege a pela da ação dos radicais livres provocados pela radiação ultravioleta. A vitamina A presente na cenoura combate a desidratação e é uma aliada na prevenção do acne e das rugas.

 

Pepino

 

O pepino, além de ser refrescante e combinar muito com salada e sumos, contém uma fibra chamada pectina, que está ligada ao aumento da saúde do coração e à redução do colesterol.

Com poucas calorias, o pepino tem muita água, minerais e antioxidantes, tendo um poderoso efeito diurético e desintoxicante. Rico em fibras, potássio, magnésio e betacaroteno, protege o cabelo, a visão e a pele, hidrata, melhora a circulação sanguínea e o trânsito intestinal.

 

Couve

 

A couve é um dos vegetais verdes escuros mais indicados para consumo. Além de possuir pouquíssimas calorias, o alimento contém fibras alimentares que ajudam no funcionamento do intestino e auxiliam na digestão. Fonte de minerais como ferro, potássio e fósforo, as folhas ajudam a repor os nutrientes que são perdidos no suor.

Este vegetal ainda protege o fígado dos efeitos nocivos das bebidas alcoólicas no organismo, que deve evitar ingerir, principalmente nos dias de maior calor.

 

Peixe

 

Portugal é um país privilegiado, quando comparado com outros, relativamente ao acesso, variedade e técnicas de confeção de peixe. Os mais variados tipos de peixe, como salmão, bacalhau, atum, sardinha, etc, são também boas fontes de proteínas para o organismo, bem como de gorduras boas, como o ômega 3, uma gordura com uma forte ação anti-inflamatória e que, por isso, pode ser utilizado para controlar os níveis de colesterol e glicemia ou prevenir doenças cardiovasculares e cerebrais, além de melhorar a memória e a disposição.

Além disso, o ômega 3 ajuda a proteger a pele dos danos do sol que podem causar envelhecimento, já que possui efeito antioxidante.